logo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Etiam posuere varius magna, ut accumsan quam pretium vel. Duis ornare felis

Hirtenstraße 19, 10178 Berlin, Germany
(+44) 871.075.0336
ouroffice@cortex.com
 

BBA - We make beautiful stuff

Networking. Quem dança comigo?

Vejo muitas pessoas a usarem a palavra networking mas poucas realmente a fazer. Quem já não teve a sensação de entrar numa sala onde estão todos a cumprimentarem-se, a sorrir e a conversar com a maior das naturalidades, ou melhor parece quase uma cena de filme de tudo tão perfeito que é! Eu gosto de observar estas dinâmicas, quase que parece uma dança, mas poucos ainda, (muito poucos!) sabem os passos.

Pois bem na próxima vez que estiverem num evento em que possam fazer (mesmo!) networking deixo a sugestão de alguns passos para esta dança:

# estar com amigos e conhecidos?

É precisamente o contrário, deve sair da sua zona de conforto social e aproveitar para fazer novos contactos, se tiver acesso a quem vai estar presente faça uma lista de nomes com quem quer falar. lembre-se que o tempo é importante, para todos. Pergunte claramente qual a área de negócio por exemplo, para não sair da conversa com a sensação de conversa de vento!

# já agora e conversar sobre o tempo?

Fica sempre bem mas nem sempre! Aqui eu diria que devem estar, obrigatoriamente up-to-date, ou seja tem de saber das tendências, o que está a acontecer e o que deve falar. Acrescentar valor numa conversa é obrigatório, já que será uma forma de destaque com vai falar, caso contrario o desinteresse e a sensação de perda de tempo vai ser quase imediata.

# e entusiasmo?

O entusiasmo é uma qualidade que atrai as pessoas, assim como positividade, (sempre sincero caso contrario o resultado será desastroso!). É necessário mostrar entusiasmo com a oportunidade, se não mostrar ninguém vai saber como é importante aquele momento. Mas lembre-se que a boa energia, a alegria e o bem estar é algo que vem de dentro e é certo que as pessoas que tem estas características de forma tão genuína se tornam quase que magnéticas para se tornarem grandes referências no seu trabalho, por isso se sente que ainda não tem maturidade pessoal ou se o dia de networking é “dia não”, talvez o mais indicado será adiar e trabalhar o seu interior.

# cartões de visita (muitos!)

A quantidade não é sinónimo de qualidade. Já lá vai o tempo que os bolsos vinham cheios de cartões (nem sabíamos mais tarde quem eram as criaturas!) e acabava a reunião e já não tínhamos nenhum cartão para entregar. O foco é muito importante nestes eventos, se não sabe nomes, sabe áreas de negocio, ou funções, pense sempre com critério para que possa fazer dois ou três contactos num evento, com qualidade ou seja conversou realmente com essas pessoas e pode perfeitamente usar os contactos que trocaram sem ficar com a sensação de estar a falar com um estranho. Muitas pessoas deixaram de usar cartões tradicionais, confesso que gosto e uso, para mim fazem parte da etiqueta profissional que será sempre um must-have.

Aprender uma dança nova, implica sabermos os passos, se queremos realmente dançar e estes são alguns, dos muitos, para um verdadeiro networking, quem dança comigo?

 

 

 

No Comments

Post a Comment

We make you happy